This site uses cookies. By using this site, you consent to this use and you agree with the Privacy Policy and with the Cookie Policy.
School of Magic
Login to the School of Magic
or
Register and become a wizard
MENU
Entrance > Main hall > Hall > Library > Students' Texts



O Quinto Elemento: Éter ou Diva A A A A

O quinto elemento é um tema bastante discutível e controverso entre os iniciados e praticantes magistas. Há que diferenciar aqui entre os seus dois principais campos de atuação ou emanação de energia transcendente. O éter e a Diva. No que se refere ao éter, trata-se de e um campo magnético bastante denso que apresenta uma corrente ligeiramente passiva ou sugestiva. O éter age no campo do inconsciente coletivo. Já o teor Diva leva em conta o sentido de ligação ente dois ou mais seres dentro de um sistema hermeticamente fechado de sentimentos que englobam sensações, emoções, ações e desejos. Todos assim juntos entendidos como inseparáveis. Diva, necessariamente, atua num campo limitado de seres ou pessoas ligados por algum tipo de Aeon. O éter está mais relacionado com coisa práticas, daí sua passividade. A Diva tange à efemeridade e produz ressonância durante a proximidade dos seres envolvidos. O éter é intensão e a Diva é Amor. O primeiro pode ser altamente controlável, enquanto que o segundo está a mercê de certas circunstâncias e elementos necessários. Porém aqui não faz sentido falarmos em ativo ou passivo, pois Diva é um poder reflexivo e transcendente.
O éter é pontual, prático e preciso, com sua energia vibratória passiva e progressista.
A Diva é reverberante, incondicional e atemporal, impregnada de energia revigorante, rejuvenescedora e resiliente.
O éter é fronteiriço e Diva é transfronteiriço.
O éter funciona com os quatro elementos e a mente. A Diva funciona com os quatro elemento, os cinco sentidos, a mente e o pensamento, além de desejos e emoções. Sua amplitude é incomensuravelmente maior.

O Quinto Elemento: Etérico e Divando!
O Quinto Elemento: Elétrico e Divano...
O quinto Elemento: A Comédia e a Tragédia num só lugar.
Amor e Psiquê...

Opus Magnum

JOSIVAL      

This article was read 1160 times



Articles published by the students    Library